Entenda o universo de Sistemas low-code e no-code

Entenda o universo de Sistemas low-code e no-code

21 de janeiro de 2022 0 Por LEF

Para poder responder qual é a atuação de plataformas low-code, em primeiro momento é necessário entender qual é o cenário da grande maioria das empresas de médio e grande porte com mais de 10 anos no mercado e utilizo a descrição do Gartner das variações de sistemas sendo os sistemas de ”Registro”, de “Diferenciação” e de “Inovação”.

 

 

Sistemas de registro

Uma organização tem um número pequeno de sistemas de registros, que contém as informações, a lógica e as regras de negócio que definem a razão de sua existência, como um ERP especializado para seu segmento, também chamado de ERP core. Eles são cruciais para a sobrevivência da organização e devido à essa importância, os riscos e custos são considerados altos e consequentemente o apoio para realizar mudanças drásticas demora a chegar. Ao longo do tempo o sistema pode se tornar um risco para a sobrevivência por que o sistema não acompanha os avanços tecnológicos e vira legado, e é neste momento que um momento de ruptura acontece.

Sistemas de diferenciação

Paralelo a sistemas de registro, são usados os sistemas de diferenciação, que carrega uma criticidade menor, mas são muito importantes por proporcionar um aumento de produtividade. Como o seu foco é o apoio de processos específicos, muitas vezes padronizados, uma grande variedade desse tipo de sistema está presente em organizações mais maduras. Exemplos são CRM, sistema de registro de chamados (ITSM), Sistema de RH, entre outros. Por ser mais especializados, muitas vezes são utilizados pacotes de software de prateleira que ofereçam um custo/benefício bom e são mais fácil de implementar por ser padrão. Uma dificuldade muitas vezes encontrada é que 80% do seu processo se enquadra perfeitamente no sistema, mas os 20% você precisa se adequar ao software. Com o amadurecimento do departamento, esses 20% se tornam cada vezes mais custosos, e por isso é comum que empresas reanalisam o sistema de três e três anos para ver se há um sistema no mercado que se adequa melhor nas novas necessidades. 

Sistemas de inovação

Paralelo a sistemas de registro, são usados os sistemas de diferenciação, que carrega uma criticidade menor, mas são muito importantes por proporcionar um aumento de produtividade. Como o seu foco é o apoio de processos específicos, muitas vezes padronizados, uma grande variedade desse tipo de sistema está presente em organizações mais maduras. Exemplos são CRM, sistema de registro de chamados (ITSM), Sistema de RH, entre outros. Por ser mais especializados, muitas vezes são utilizados pacotes de software de prateleira que ofereçam um custo/benefício bom e são mais fácil de implementar por ser padrão. Uma dificuldade muitas vezes encontrada é que 80% do seu processo se enquadra perfeitamente no sistema, mas os 20% você precisa se adequar ao software. Com o amadurecimento do departamento, esses 20% se tornam cada vezes mais custosos, e por isso é comum que empresas reanalisam o sistema de três e três anos para ver se há um sistema no mercado que se adequa melhor nas novas necessidades. 

Shadow IT

O termo utilizado para definir os sistemas que são usados dentro de uma organização fora da visão do TI e ou DPO. A quantidade de sistemas que se enquadra nesta definição tem crescido muito com o avanço de soluções SaaS, que permitam que a escolha do sistema pode ser feito por uma pessoa sem o envolvimento dos especialistas de tecnologia ou de legislação de dados e de privacidade.

É considerado um grande risco, pois a escolha do usuário tenda a ser focado em satisfazer sua principal necessidade e deixa de analisar as questões cruciais de segurança técnica e jurídica. 

Comunicação entre sistemas

O termo utilizado para definir os sistemas que são usados dentro de uma organização fora da visão do TI e ou DPO. A quantidade de sistemas que se enquadra nesta definição tem crescido muito com o avanço de soluções SaaS, que permitam que a escolha do sistema pode ser feito por uma pessoa sem o envolvimento dos especialistas de tecnologia ou de legislação de dados e de privacidade.

É considerado um grande risco, pois a escolha do usuário tenda a ser focado em satisfazer sua principal necessidade e deixa de analisar as questões cruciais de segurança técnica e jurídica. 

A plataforma certa

A Thinkwise se destaca no mundo de low-code com a capacidade de criar sistemas core, aqueles que apoiam os processos principais de uma organização, como um ERP. Um ganho especial existe quando existir um sistema legado, pois a plataforma vem com uma tecnologia chamada upcycler que permite transformar 20 a 50% do seu sistema já em um sistema moderno.